Sunset broke in my hometown

Arde a vida como o Sol na pele. Rastilho sempre prestes a beijar a bomba. Não somos todos um texto no último parágrafo? O medo não é the end, o medo é o fim. Que a vida se esgote sem se ter gasto.
Quando a emoção é uma data de números grandes, a vida é um calendário e o despertador está estragado. Gritem-me, porque acho que estou surda.

Comentários

luso poemas disse…
ola
participe em www.luso-poemas.net
la podera colocar os seus textos e participar num lindo site de literatura.

pode tb colocar o seu livro à venda na nossa livraria.tem ajudado imenso os autores com livros e têm vendido:)
aceite:) e envie tb uma capa do seu livro bem como um texto e uma foto para colocarmos nos nossos slides e paginas para divulgação:)
a corposeditora tb esta no nosso cantinho.
participe
www.luso-poemas.net
xuxana disse…
Podes sempre comprar um aparelho de audição ;)


beijo*