Sem título

Eu sabia. E deixei-te ir. Entrei no comboio e não olhaste para trás. Eu senti. E mesmo assim deixei-te ir. Não sei como seria se a vida nos tivesse dado tempo, mais tempo. Talvez tivesse acontecido o mesmo. "O amor é uma doença quando nele julgamos ver a nossa cura"... Naquela altura apenas nos teríamos asfixiado numa desesperada luta por ficarmos juntos apesar de todas as contrariedades. Distância e teimosias. Tu querias estar do meu lado, pertencer ao meu mundo. Eu queria que continuasses do outro lado do passeio. Só podias passar quando não houvessem carros. Mas a espera cansa. Hoje já não espreito todos os lados da estrada com medo dos outros. Estaria bem ao teu lado, de novo. Mas não vou fazer nada por nós. Se tudo começou por um mero acaso, espero pelo meu caminho ser encruzilhada contigo. E se comecei a escrever pensando que as minhas mãos estão vazias sem ti, acabo com a certeza que ainda me vais dar a mão outra vez, com muita força, para que passe a estrada sem fechar os olhos e a correr muito depressa.

Comentários

AR disse…
"Sem comentário"
AR disse…
Brigada kida!******* Tudo de bom pra ti tb e aproveita cada dia e cada minuto sem tristezas! (Epá tou mm lamechas) =P Onde vais estagiar?...Boa sorte!

(porque é que eu nunca te vejo no msn? será que ainda tenho o teu contacto?)

AI...esta licenciatura passou desordenadamente num instante =x
AR disse…
obercom eh muito bom!
=)
sim, tou a gostar mto!! ja sabes pra k área vais ou o q vais fazer?

isto de falar por comments é terrível! temos é de combinar um cof la pelos lados da fcsh...amanha tou por la a partir das 15h pa acabar o trabalho de filmologix! Pode ser q a gente se veja!


;)****kiss
Master Inutile disse…
Este texto fez-me lembrar um filme lindíssimo, daqueles que não me importo de ver vezes sem conta. Aliás são dois: "Before Sunrise" e "Before Sunset".

Quem não viu e gosta de filmes românticos, mas não lamechas, aconselho. É uma realização de génio.

E claro! o teu post está lindo como sempre Faty ;)
xuxana disse…
:O

valerá a pena correr o risco de ser atropelada para poder experimentar qual é a sensação de atravessar a rua sem ser na passadeira?
Izys disse…
já fui atropelada. não é fixe :p
izzy disse…
pois é.. faz lembrar esses dois meus filmes preferidos :) lindo texto..
xuxana disse…
a serio???


foi pq n olhaste para um lado e depois para o outro e depois para o 1º outra vez! xD
Izys disse…
eu ando sempre na lua, aliás deve notar-se. :x **