sábado, maio 11, 2013

Decisões

O tempo cura, o tempo resolve. Passado dois, três meses, um ano, a inevitável decisão continua na palma das nossas mãos, à espera. A pedra para agitar o triste e esquecido charco de nós. Em que momento do caminho me perdi? Em que doce almofada me abandonei? Atira a pedra, força. Atinge-me ao mais fundo de mim. Procuro a dor, procuro sentir. Quando me encontrares, por favor liga-me e diz-me onde estou.

sexta-feira, maio 10, 2013

Loucas

"(...) porque as únicas pessoas autênticas, para mim, são as loucas, as que estão loucas por viver, loucas por falar, loucas por serem salvas, desejosas de tudo ao mesmo tempo, as que não bocejam nem dizem nenhum lugar-comum, mas ardem, ardem, ardem como fabulosas grinaldas amarelas de fogo-de-artifício a explodir, semelhantes a aranhas, através das estrelas e, no meio, vê-se o clarão azul a estourar e toda a gente exclama: "Aaaah!".

Pela Estrada Fora, Jack Kerouac