quarta-feira, novembro 01, 2006

Lágrimas

Lágrimas. Lágrimas que caem sem cessar, como cascatas selvagens, imparáveis. Lágrimas que gritam o sofrimento de um coração que chora a tua saudade. Lágrimas de uns olhos que procuram os teus. Lágrimas a quem peço outro amor, e “não”, soluçam elas na sua louca torrente. Dizem que não e choram, gritam, sofrem. Querem-te de novo, mesmo que tenham que correr uma outra e outra vez. E caem, caem. Sem parar, sem parar… de uns olhos apaixonados por outros que não sabem amar.

4 comentários:

Pakena Ticá disse...

Até me vieram as lagrimas aos olhos...
E logo eu para chorar sou danada...
Mas talvez seja msm verdade que faz bem...

**

Ninfa disse...

Às vezes choro e nem sei porquê...de raiva..de tristeza, de alegria...às vezes sõ tao teimosas as lágrimas, vêm nos momentos mais inoportunos e não nos largam....especialmente em pessoas emotivas e letrasoltas como nós.

Alexx disse...

O mais difícil é que há lágrimas que não conseguimos controlar.... :( E por vezes elas não escorrem pela cara mas pela alma. Aí sim, dói mesmo....

Mas o que vale é que há sempre mãos amigas para as limparem e nos porem de novo o sorriso nos lábios :)

Adoro-te madrinha******

AR disse...

são lágrimas de saudade que se vão transformar em sorrisos!
=) é isso.