voltaste inspiração?

Bebi um chá de orquídeas esvoaçantes. Fui embalada de lá para cá num nenúfar fantasiado. E o chá ameno de flores enrubescidas. Rubor da paixão escaldante reflectida nas flores. Bebi o chá. Caí no pantano da loucura. Sonhei não sonhando que sonhava um sonho luz. E as flores coradas desprendendo o seu aroma. Lembrando a paixão acutilante de tantos momentos. A paixão pela vida.

Comentários

Hizys disse…
é tempo de sonhar!
Pakena Ticá disse…
aaai.. o que o chá faz =)

**
susana disse…
eu passo a vida a sonhar acordada =)