quinta-feira, maio 31, 2007

Enchias as minhas horas de gargalhadas e a mão de saudades. A mão no telemóvel ansiosa com os olhos. Eu era o mundo dos teus olhos. Esperava-te escondida no vão da escada (e tu assustavas-te sempre para me fazer a vontade), passavas horas na estação pelo meu comboio, beijavas-me entre abraços fortes de não me querer deixar partir. Hoje entre olá e adeus ficou o que vivemos. Pouco, silêncio. "Foi melhor assim", disseste tu.

2 comentários:

AR disse...

costumo dizer isso...

xuxana disse...

"...Um final assim assim...é mais fácil de enteder..."



**