Caixinha de música

Hoje a minha caixinha de música não toca. Está avariada. Erguem-se fortalezas de silêncio e a bailarina da minha caixinha de música esqueceu-se de como se dança. É apenas uma bailarina desengoçada no compasso de uma música emudecida. A bailarina teria lágrimas nos olhos, se a tivessem criado com a capacidade de chorar. Porque hoje é um dia absolutamente triste para quem vive na música, na sua redoma de cristal, embalada nos seus sons, na sua plasticidade.A música morreu. A bailarina comove-se sem chorar. Os seus gestos mecânicos e perfeitos desarticularam-se e nem os sapatos de ballet lhe valem. A mim cabe-me assistir a este triste espectáculo. Sem alegrias ou esperanças, sem a caixinha de música que vive dentro de mim.

Comentários

Pakena Ticá disse…
Há dias assim... e há dias que tb me apetecia ser feita para não chorar...
**
Nomyia disse…
A minha bailarina chora: lágrimas de sangue.
*****
Hizys disse…
quando dói e não conseguimos chorar, aquele aperto que sufoca... tento fechar os olhos e no quarto escuro espero que o dia me leve para longe...ou agarro no telemovel e... ;)
delusions disse…
Há alturas em que a dança de uma música que já é silêncio e memória nos membros que dançam, doi e custa... E dói parar enquanto nos resta no corpo e nos ouvidos os ecos das notas finais dessa melodia que já não existe...Resta esperar que o silêncio não seja muito longo, para que dancemos de novo um dia...
bjs*bom fim-de-semana
AR disse…
"the sound of silence"
...
e.l.i.c.i... disse…
É uma das minhas palavras preferidas, pelos seus múltiplos significados (a viciada em sematologia). Um deles é a ciência de combinar harmoniosamente os sons e hoje as tuas letras soltaram-se como notas musicais.
Um outro é choro, há sempre uma música que desfaz o nó na garganta e liberta as lágrimas, não é?
Pode siginficar também a arte de seduzir alguém pela conversa. Conseguiste juntar todos neste post, está... especial! Ninfa e a sua literatura musical.
Mã um fica tiste, hoje é parabéns a bocê!
Alexx disse…
Onde estão as nossas caixinhas que tocam alegres melodias e fazem os nossos corações saltar e vibrar ao som de notas repletas de alegria? Tenho saudades da minha, perdida que está nos meandros da vida... E não choro como a bailarina, fico apenas emudecida, lançada no silêncio da vida e do meu coração...
Hizys disse…
este foi um dos mais pequenos mas também mais sentidos posts que escreveste...
raquelita disse…
Por vezes o silêncio com q a nossa vida se depara é capaz de transportar as mais tristes imagens de dor e solidão!O importante é n esquecer a musíca q um dia o nosso coração ouviu, e canta-la uma e outra vez..so assim a tornaremos imortal!