Hoje

Batatas fritas. que dividíamos nos beijos. "Roubaste-me a batata toda". E eu era uma ladra mesmo. Uma criminosa de beijos e batatas fritas. O nosso riso era enorme e abafava o som de pessoas a comer e comida a ser feita. Já era noite quando nos encontrámos. Era outro dia depois do dia das lágrimas. Os meus olhos ainda brilhavam na réstia do choro. O teu beijo sabia-me ao mesmo de sempre. Ao sabor para o qual inventei o nome. Por ser nosso. Esse beijão-balão ou botão de teletransporte. Não te posso perder. Pensei baixinho com a minha camisola (não tinha botões reparei de repente).Mas as tuas mãos às vezes deixavam-me escorregar. Hoje apertaste a minha mão magrinha e o meu pulso fininho com firmeza. Os teus olhso não perderam os meus em rua nenhuma deste mundo escuro e nocturno. De cheiro a inverno. Fomos de mãos dadas em brincadeiras nossas. E os meus olhos tristes a querem sorrir através dos lábios. Perco-me tantas vezes nos labirintos deste amor. Magoas-me. Amas-me. Alegras-me. Sê o meu príncipe, por favor. Eu dar-te-ei a lua no nosso próximo jantar. ao lado do café. E das batatas fritas que tanto gostas.

Comentários

Hizys disse…
"te estraño, me muero y te amo de nuevo"... =)
delusions disse…
este texto tá tão lindo mas tão lindo que me roubou as palavras...nem sei que dizer provavelmente por me ter tocado tanto...lindíssimo! continua...
Gonca disse…
dia de chuva foi ontem! hoje o sol brilhou..e muito
Pakena Ticá disse…
Ainda bem que nem sempre é "dia das lagrimas"

beijinho**
e.l.i.c.i... disse…
Eu repetiria o comentário do post anterior, só alterava a parte dos dias para: dias bons e dias ainda melhores! =)
Simplesmente lindo! Fez-me sorrir =) Bj*
Rita disse…
Maravilhoso, como sempre.
AR disse…
como diria o Cid: "ontem, hoje e amanhã"
:)
**bju
Alexx disse…
Ainda bem que há outros dias em que o riso reina e as mãos não se perdem... Fico feliz por ti :)
FC disse…
Quando aqui regresso é para saber se ainda existes, apesar de não ter dúvida nenhuma! Bjs