quarta-feira, fevereiro 19, 2014

vida

A vida é apenas nascer e morrer e fazermos o nosso melhor no entretanto. Quando as doenças surgem é injusto e doloroso. Mas ninguém é poupado, mesmo que ache que se tenta portado bem. Ninguém é poupado porque ninguém é especial. Como eu gostava de envolver as minhas pessoas especiais numa capa super forte contra doenças, mas não posso. Por isso há dias como hoje, em que para afastar os maus pensamentos lembro-me do que disse o MEC: "A morte será assim tão importante que mereça dedicarmos-lhe grandes nacos da nossa vida?"

2 comentários:

Alexx M. disse...

"Fear doesn't shut you out, it wakes you up". É assim que deveríamos encarar a morte. Não como algo que nos consome em vida, mas que, por estar lá, sempre presente no fim da mesma, nos devia acordar para ela, para cada momento como se fosse o primeiro e o último, para cada experiência como se fosse única e irrepetível, para cada pessoa como se fosse eterna e efémera.
Não precisamos de viver mais, só precisamos de viver melhor :)

Tracey disse...

tens toda a razão :)
Obrigada! <3