segunda-feira, outubro 04, 2010

A chuva

A chuva, o amor e um cobertor, um sofá, meia dúzia de filmes e o fim-de-semana parece não acabar, não acabes por favor fim-de-semana, não acabes que eu quero ficar sempre aqui, nos teus braços debaixo do cobertor, de mãos quentinhas na chávena de chá, de coração aconchegado no teu peito, de paixão doce de Inverno, daquelas que se saboreiam como a um chocolate quente, lenta e demorada.
Lá fora a chuva cai e eu abandono-me em ti, entre uma chávena de chá e um cobertor, não preciso de mais nada.

1 comentário:

Silly Little Wabbit disse...

Chuva e um cobertor são coisas reconfortantes.