terça-feira, janeiro 15, 2013

à espera no centeio

"há coisas que deviam ficar como são. devíamos poder enfiá-las numa dessas grandes armações de vidro e deixá-las lá ficar. bem sei que isso é impossível, mas é mesmo pena. mas enfim, não parei de pensar nisso o caminho todo."
JD Salinger

Sem comentários: