sexta-feira, julho 28, 2006

Se eu conseguisse.
Se eu soubesse!
Se eu quisesse?
Dar um salto de Gigante e ser maior que eu. E gritar que és tu. Tu que sabes tudo. Viste tanto de mim, no cimo da estante. Que ao meu fechar de olhos se esgueirava sorrateiramente para dentro dos meus lençóis, e me afagava o rosto enquanto eu revoltava os cobertores de sono violento e despenteava os cabelos sonhando com outros beijos, outros abraços, outros amores (ilusões sonhadas, ironias da fantasia). Fugias quando adivinhavas o meu acordar no estremunhar de um pesadelo por lembrar - sem esquecer (como me irritam os sonhos traquinas que se escondem em gavetas escuras!).
E tanto tempo te deixei na prateleira para te provocar. Deixei que me visses correr entre Sóis de paixão e Luas de perdição (sem ti), e ria-me quando te sabia perdido. Contigo descobri-me cruel, saciando-me do teu contemplar de mim. O teu olhar azul-abismo e verbo amar que eu desprezava. Hoje preciso-te. Mas já não sei se te quero ou se tenho de fazer as pazes comigo. Ainda estás aí. Mas cresceste e tens ares de menino crescido. Para ser maior que a teimosia de um corpo pequenino. Maior que os meus mini-pés, que te marcaram como a roda de um carro. Eu cuspia os empurrões dos outros em ti. Tu empilhaste os meus gritos numa muralha imensa. Vejo-te a espreitar por mim, encostada ao teu muro. Se calhar é melhor ficar aqui, com a minha comichão de ciúmes. Porque afinal, a Rainha virou mendigo e o pedinte Imperador.

9 comentários:

mixtu disse...

Porque afinal, a Rainha virou mendigo e o pedinte Imperador.

e porque não... um dia a rainha casar com o imperador, ex-mendigo...

molts petons

Joana* disse...

Hoje preciso-te. Mas já não sei se te quero ou se tenho de fazer as pazes comigo.
Acho que isto define-me neste preciso momento...

E quanto à Rainha-Mendigo e ao Imperador-Pedinte...sempre ouvi dizer que os opostos se atraem...;)

Lindo! Como todas as letras que soltas neste espacinho =')

Anónimo disse...

depOis de ler... ainda que numa onda erudita... parece m bEm. continua **

Ninfa disse...

Que turbilhao de sensações. A rainha vira mendihgo e o pedinte imperador. e o feitiço ´vira-se contra o feiticeiro. É isto a vida. E continuamos a precisar de alguém. Hoje. Amanha. Sempre. Momentos que nãoo largam a nossa memória

Pakena Ticá disse...

Maravilhoso:)
Gostei**

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Great site lots of usefull infomation here.
»

Anónimo disse...

Your website has a useful information for beginners like me.
»