sexta-feira, maio 12, 2006

Menina dos olhos-berlinde

Mexeu-se mais uma vez na cama. Voltas e mais voltas. Não conseguia dormir mais. Os olhos fechavam-se ainda, na esperança do entorpecimento e do posterior sono-pedra, profundo e regenerador. Nada disso aconteceu. Abriram-se as persianas e a luz de um sol ainda fraco encheu todo o quarto. A rapariga de olhos muito abertos fixava o tecto com medos a bailarem-lhe nos olhos-berlinde, medos-sombra. Os medos transformaram-se em lágrimas, dança da chuva no rosto. E a rapariga dos olhos-berlinde que queria voar sentou-se na cama e molhou os lençóis com as suas lágrimas. Não podia desistir, não agora. Agora que já tinha construído uma cabana, que teimosamente o vento ansiava derrubar. Agora que já tinha elaborado umas asas, embora ainda não a fizessem flutuar. Sentia-se um espelho, fragmentado em tantas partes, com bocadinhos espetados no coração. Frustrada e sem ninguém a quem mostrar a sua face-chuva, a sua face-inverno. Os soluços enchiam toda a divisão e o medo alastrava aos ossos, a menina tremia. Tentou trautear uma canção baixinho e sorriu um pouco por entre os soluços. O estômago comprimido de fome e nervoso miudinho dava lugar a uma sensação nova que a invadia. Ela era capaz. Ela podia voar. Mesmo que que 99,9% das probabilidades dessem o seu vôo como falhadao. Restava ainda 0,1% de esperança. Esse 0,1% misturado com chá de fé. Ninguém nos pode dizer que não somos capazes. Nada pode parar um sonho.

7 comentários:

Hizys disse...

estava à espera que postasses este. tantas e tantas vezes nos sentimos aqueles bonecos de olhos esbugalhados que parecem estar prestes a chorar, ou meninas de porcelana que escorregam de cima do armário para o chão. mas é preciso abrir mais os olhos e apertar as mãos para evitar o choro, e dar murros na parede se for preciso. não nos podemos deixar cair...

Hizys disse...

segura-te pá, e nu te deixes tombar garota :P

AR disse...

hm...espelho...estilhaçado!!
it really is tea time!
=*

e.l.i.c.i... disse...

Depois de uma looooonga retrospecção pelo letrasoltas (e confesso que ainda não li tudo), vim deixar o meu primeiro comentário no último post.
A deusa egípcia e a divindade mitológica dos rios conquistaram-me.
Têm publicado menos, mas agora que eu cheguei exijo mais... :)
E só para dizer às duas que gostei. Não é um gostei muito, nem um adorei, nem um está demais porque isso soa a falso, gostei só, de verdade! Faz... sentir!

e.l.i.c.i... disse...

No último post que só por acaso é o antepenúltimo... Distracção, juro!

Hizys disse...

=D vamos fazer sentir =)

Ninfa disse...

agradecendo o primeiro e esperemos que não seja o último comentário pelo olimpo que é este mundo d letras soltas:)