domingo, junho 18, 2017

Intoxicação social


Intoxicação social







Vivemos numa sociedade tóxica. Que espalha o seu veneno e corrói a nossa integridade, os nossos sonhos e o nosso livre-arbítrio.  
Avançamos como numa maratona que nunca vamos poder vencer, corremos e corremos e continuamos a correr sem conseguirmos alcançar a meta. Nunca paramos para pensar. Nunca. A sociedade não deixa. Só mais um selfie, só mais um café para aguentar o dia, só mais um post nas redes sociais, só mais uma hora no trabalho, que nos obriga a dar o máximo para pagar o mínimo. E onde ficam os nossos sonhos? A nossa família? O relógio é o ditador mais feroz de sempre e avança, esmaga-nos. Opressor, ditador, predador, que apenas olha em frente. Não fica no passado, vive sempre no futuro.
Valerá tudo a pena? Fernando Pessoa diz que sim, quando a alma não é pequena. Mas que alma temos neste mundo tóxico, em que alardeamos a bondade aos quatro ventos mas não passamos de mercenários de nós mesmos. Formigas em movimento sem rumo certo.
Para onde vamos? Que vida vivemos? Quando vamos parar e olhar para o nosso reflexo no espelho? Parar.  Desligar, pensar, sonhar. Para podermos excluir do nosso dicionário a palavra depressão, quando tudo à nossa volta parece desmoronar. Procura-se um verdadeiro antídoto para esta intoxicação social.

1 comentário:

Alexx M. disse...

A melhor rede social é aquela que acontece offline! Sabes que estamos cá para te amparar sempre que for preciso <3